Dúvida na compra de carro (burla ou não)

Tópico em 'Geral' iniciado por vttsokalo, 9 Out 2018.

  1. vttsokalo

    vttsokalo

    Desde:
    28 Out 2015
    Mensagens:
    813
    Gostos Recebidos:
    279
    Boas malta, or um amigo meu comprou na semana passada um a6, ele supostamente testou, deu umas voltinhas e lá decidiu ficar com o carro. No próximo dia ele viu que a embraiagem tava nas couves, tava a patinar. Ora o vendedor não quer saber de nada, diz que ele viu o carro e testou. É possível fazer alguma coisa agora? A transferencia de nome já foi feita. É possível devolver o carro agora, ou obriga-lo a pagar algma coisa?
     
    Last edited: 10 Out 2018
  2. lx_gadjet

    lx_gadjet

    Desde:
    2 Mai 2011
    Mensagens:
    734
    Gostos Recebidos:
    108
    foi de stand ? ou de particular para particular?
     
  3. blackibiza

    blackibiza

    Desde:
    19 Set 2010
    Mensagens:
    1 471
    Gostos Recebidos:
    774
    Se foi de particular, mais vale começar a juntar uns trocos para mudar a embraiagem por conta dele.
    Se for de stand (vendido com garantia), tb não deverá ter grande sorte já que a maioria não cobre a embraiagem já que consideram material de desgaste.

    Se o vendedor já está com essa atitude, demonstra duas coisas. Já sabia do problema e não vai pagar a despesa do teu colega.

    Nota:
    O teu colega que tente a entidade autorizada pelo Ministério da Justiça a prestar informação e a disponibilizar procedimentos de mediação, conciliação e arbitragem com vista resolução de conflitos relacionados com a compra e venda e com a utilização de veículos automóveis, (reparação, assistência, manutenção, combustíveis, óleos e lubrificantes, peças e órgãos e estacionamento).

    Av. da República 44, 3º Esq.
    1050-194 Lisboa
    Tlf: 21 795 16 96 | 21 782 73 30
    Tm 96 477 19 28 | 91 871 33 78
    email: info@arbitragemauto.pt
    site: www.arbitragemauto.pt
     
    Last edited: 9 Out 2018
  4. vttsokalo

    vttsokalo

    Desde:
    28 Out 2015
    Mensagens:
    813
    Gostos Recebidos:
    279
    Foi de particular, pois, ele (o meu amigo),ja lhe disse que ia para tribunal ou não sei o quê, mas também não estou a ver o que é que ele esta a espera. Ele ficou com o carro quase um dia, e nos olhos do vendedor, durante esse dia supostamente já podia dar dado cabo da embraiagem.
    Como é que funcionam as devoluções e isso a nível de particulares? Não existe, pois não?
     
  5. CutKiller

    CutKiller

    Desde:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    11 908
    Gostos Recebidos:
    15 423
    Não existem.. Simples!

    Até porque é isso mesmo que dizes... Quem me garante a mim que o gajo não foi andar a sacar piões o dia a seguir?
     
    antoniosilvaresende gostou disto.
  6. moralez

    moralez

    Desde:
    19 Jan 2011
    Mensagens:
    2 622
    Gostos Recebidos:
    1 098
    Não existe garantia entre particulares, salvo se tal fosse declarado no ato de compra/venda.
    Mas agora pergunto: como é que num dia a embraiagem está boa e no dia seguinte já não está? Não é algo que se gasta de repente,
     
  7. BlueA4

    BlueA4

    Desde:
    3 Fev 2011
    Mensagens:
    5 409
    Gostos Recebidos:
    2 360
    Em Portugal, penso que não haja solução em caso de particular, acho que a única solução é meter a embraiagem nova...
    Mas por exemplo aqui na Suíça, na venda a particular, caso não esteja explicito no contrato de venda que é vendido no estado, há uma garantia de 3 meses...ja vi alguns casos de pessoas a terem problemas com isso cá.

    A embraiagem pode patinar de um dia para o outro sim,mas seria muita coincidência, Ja me aconteceu num carro meu, e foi no mesmo dia, de manha andamento totalmente normal...a tarde a embraiagem começou a patinar
    Agora o que também pode ter acontecido é a embraiagem só patinar em determinadas condições e ele não se ter dado conta!
     
  8. rsr

    rsr

    Desde:
    7 Fev 2016
    Mensagens:
    354
    Gostos Recebidos:
    122
    é a chamada tusa do mijo, vão todos lançados comprar o carro e nem querem saber de nada.....depois é que dão conta do que trouxeram...
     
  9. madlima29

    madlima29

    Desde:
    6 Jul 2009
    Mensagens:
    19 549
    Gostos Recebidos:
    7 531
    Nos negócios entre particulares não existe qualquer garantia. A lei prevê alguma proteção jurídica nesses casos.

    Durante os seis meses seguintes à aquisição do veículo, o comprador pode provar que as características do automóvel não correspondiam às anunciadas e exigir a reparação do carro ou a anulação do contrato de compra e venda.
     
  10. perkes

    perkes

    Desde:
    11 Out 2012
    Mensagens:
    2 398
    Gostos Recebidos:
    797
    Acho que negócios entre particulares tem por lei 6 meses de garantia. Pesquisa melhor essas leis sobre negócios entre particulares...
     
  11. moralez

    moralez

    Desde:
    19 Jan 2011
    Mensagens:
    2 622
    Gostos Recebidos:
    1 098
    Se a garantia for dada e declarada no ato da venda, existe. Código Civil.
    Não confundir as características de um veículo, com a estadonde conservação dos conponentes.
    Uma coisa é vender um 2.0 170 cv, que o comprador no diana seguir verificou que é de 140 cv. Outra coisa é vender um veículo usado, que o comprador verificou no dia seguinte que a embraiagem estava... usada.
     
    Last edited: 9 Out 2018
  12. rsr

    rsr

    Desde:
    7 Fev 2016
    Mensagens:
    354
    Gostos Recebidos:
    122
    existe o ressarcimento por má-fé processual, que tem de ser provada, não é nesse caso de peça de desgaste, se querem garantia vão ao stand, lembrem se que nem tudo que reluz é ouro quando se entusiasmarem com algum anúncio....
     
  13. madlima29

    madlima29

    Desde:
    6 Jul 2009
    Mensagens:
    19 549
    Gostos Recebidos:
    7 531
  14. madlima29

    madlima29

    Desde:
    6 Jul 2009
    Mensagens:
    19 549
    Gostos Recebidos:
    7 531
    https://www.e-konomista.pt/artigo/garantia-de-automoveis-usados/
     
  15. madlima29

    madlima29

    Desde:
    6 Jul 2009
    Mensagens:
    19 549
    Gostos Recebidos:
    7 531
    Há de 15 dias a 3 meses para varios casos. Mas todos carecem de prova de má fé ou burla.
    Quem quiser, pode fazer a consulta de varios exemplos juridicos pela net.
    Friso: existe uma garantia minima que apenas protege nos casos acima mencionados. Assim, ficam as duvidas esclarecidas.

    Não sou advogado nem juiz ou procurador. Apenas na minha optica de cidadão, acho que há materia suficiente para reclamar. Ainda que tudo fosse coincidência, tem de haver responsabilidade.
    Todos querem defender um lado. Pois todos temos que defender os dois.
    É reclamar, anular a compra ou ajustar valores, mas isso tudo feito para ontem. Se não chegarem a acordo, abrir uma queixa e aguardar, dê no que der. Quem cala consente.
    E note-se, é a minha opinião se for exactamente como relatado. Não conheço os contornos do caso, não vi nem ouvi nada.
     
    Last edited: 9 Out 2018

Partilhar esta página